Your Privacy

We use cookies on our website to analyze how people use it and improve the experience.

You can read more about how we use cookies in our Privacy Policy, or manage your preferences below. To continue browsing, choose one of the options below.

Arte: Marta Pucci

Contraceptivos

DIUs e o sangramento menstrual

por Nicole Telfer, Science Content Producer
  • Compartilhar este artigo no Twitter
  • Compartilhar este artigo no Facebook
  • Compartilhar este artigo pelo WhatsApp

*Tradu??o: Mariana Rezende

Coisas importantes a saber:

  • O DIU é uma forma de contracep??o reversível a longo prazo (três a dez anos)
  • Existem dois tipos de DIU: DIU de cobre e DIU de libera??o hormonal
  • O DIU de cobre pode tornar o fluxo menstrual mais intenso e aumentar as cólicas (mas isso diminui com o tempo para a maioria das pessoas); ele n?o suprime a ovula??o
  • O DIU de libera??o hormonal pode tornar o fluxo mais leve; ele às vezes suprime a ovula??o

O DIU está se tornando uma op??o contraceptiva cada vez mais popular. Nos Estados Unidos, 5,3% das mulheres optam por usar o DIU (1). No Brasil, apenas 2% das mulheres s?o usuárias de DIU (16).

Os DIUs podem ter efeitos diferentes na qualidade e quantidade da menstrua??o. Independentemente das altera??es nos padr?es de sangramento, nove em cada dez pessoas relatam estar satisfeitas com o DIU por seis meses (2). Mas se você está pensando em colocar um DIU e se perguntar como ficará sua menstrua??o depois da inser??o, aqui está o que você deve saber.

O que é um DIU?

Um dispositivo intrauterino (DIU) é um tipo de contraceptivo que é inserido no útero pela vagina. Os tipos mais comuns de DIU s?o de plástico e em forma de T, e contêm progesterona sintética ou cobre. Os DIUs fornecem prote??o contraceptiva a longo prazo por três a dez anos (ou mais), dependendo do tipo. Os DIUs n?o protegem contra infec??es sexualmente transmissíveis, por isso é importante combiná-los com um método de barreira (como preservativos) ao fazer sexo com uma pessoa de quem se desconhece o histórico de ISTs.

Os DIUs podem afetar sua menstrua??o de várias maneiras diferentes, dependendo do tipo. Veja as diferen?as:

1. DIU de libera??o hormonal

O DIU de libera??o hormonal contém uma vers?o sintética da progesterona chamada progestina, que é continuamente liberada em uma dose diária baixa. A progestina trabalha para prevenir a gravidez de várias maneiras: ela engrossa o muco cervical para impedir que o espermatozóide chegue ao útero, afina o revestimento uterino (endométrio) e, às vezes, também suprime a ovula??o (3).

A supress?o da ovula??o depende da dose de progestina liberada pelo DIU. Por exemplo, DIUs com doses mais baixas de progestina s?o menos propensos a inibir a ovula??o em compara??o a DIUs com uma dose mais alta de progestina (4, 5). A taxa de supress?o da ovula??o também parece diminuir quanto mais tempo o DIU é usado (4). A presen?a do DIU dentro do útero causa irrita??o, criando uma rea??o inflamatória que torna o útero inóspito para óvulos e espermatozóides (5). Um único DIU hormonal pode durar de três a cinco anos, dependendo do tipo.

Como minha menstrua??o pode mudar com o DIU hormonal?

Como o DIU hormonal afina o revestimento uterino e pode inibir a ovula??o (a libera??o de um óvulo pelo ovário), é provável que sua menstrua??o mude. Duas em cada três pessoas que usam o DIU hormonal apresentam fluxos menstruais mais leves em seis meses (6). Em pesquisas, pessoas que usavam um DIU hormonal apresentaram uma quantidade menor de fluxo sanguíneo para o útero e uma redu??o na espessura do revestimento endometrial, em compara??o com pessoas que usavam um DIU de cobre ou que n?o usavam contraceptivos hormonais (7-9).

Algumas pessoas relatam sangramento de escape ou sangue n?o previsto entre menstrua??es (10, 11). Muitas pessoas que usam DIUs hormonais também relatam uma diminui??o nas cólicas. é comum parar de menstruar (10, 11). Todas essas mudan?as s?o consideradas normais.

O DIU hormonal pode ser útil para pessoas que sentem dores incontroláveis com a menstrua??o (dismenorreia), sangramento menstrual intenso ou endometriose (11, 12).

2. Dispositivo intrauterino (DIU) de cobre

O DIU de cobre é um dispositivo inserido no útero por um(a) médico(a). Como o DIU hormonal, o DIU de cobre também causa irrita??o física, criando uma rea??o inflamatória no útero (3). O DIU de cobre n?o contém horm?nios e, portanto, n?o exerce nenhuma altera??o em seu perfil hormonal. Pessoas que usam DIU de cobre ainda ovular?o e menstruar?o. Um único DIU de cobre pode proteger contra a gravidez por até dez anos, dependendo da marca.

O DIU de cobre também pode ser usado como um contraceptivo de emergência quando inserido até cinco dias após a rela??o sexual (10, 13).

Como minha menstrua??o pode mudar com o DIU de cobre?

O DIU de cobre n?o impede a ovula??o, ent?o você ainda menstruará. Mas é comum que as pessoas tenham fluxos menstruais mais intensos ou mais longos, bem como escape ou sangramentos n?o previstos, durante os primeiros meses de uso (10, 14). O fluxo menstrual mais intenso com o uso de DIU de cobre pode ser causado por mudan?as vasculares que regulam o fluxo sanguíneo para o útero (7, 9). Em estudos, verificou-se que essas altera??es no fluxo sanguíneo s?o maiores em pessoas que usam DIU de cobre com fluxos menstruais intensos em compara??o com pessoas que usam o DIU de cobre e têm um sangramento menstrual considerado normal (7-9). Mais pesquisa se faz necessária.

Quando come?aram a usar o DIU de cobre, seis em cada dez pessoas relataram aumento de cólicas e sete em cada dez relataram aumento do fluxo menstrual durante os primeiros três meses de uso (6). Demonstrou-se que tais sintomas diminuíram ao longo do tempo na maioria das pessoas (10, 14). Para pessoas que experimentam aumento do sangramento menstrual, há um aumento no risco do desenvolvimento de anemia devido à perda excessiva de sangue. Entre pessoas que usam DIU de cobre que tiveram aumento da irregularidade no fluxo, pode haver um aumento na prevalência de vaginose bacteriana (crescimento bacteriano excessivo na vagina), mas s?o necessárias mais pesquisas (15).

Tanto no uso do DIU de cobre quanto no DIU hormonal, há uma chance maior de escape ou sangramentos n?o previstos por alguns meses após a inser??o (10).

A escolha de um DIU pode ser uma decis?o difícil, por isso n?o deixe de falar com seu(ua) médico(a) para saber se um DIU é a escolha certa para você.

Para saber mais, leia agora: DIU—o que é, mitos, como é inserido e funcionamento

Você também pode gostar de ler:

Artigos mais populares

汤姆叔叔-官网